Projeto

Geral

Perfil

Protocolo » Histórico » Versão 3

Versão 2 (Joao Manuel Leite da Silva, 14/02/2013 15:54) → Versão 3/5 (Joao Manuel Leite da Silva, 14/02/2013 18:57)

h1. Protocolo de comunicação (AINDA EM CONSTRUÇÃO) CONTRUÇÃO)

O protocolo de comunicação definido para a comunicação entre robô e uma qualquer aplicação de controlo é baseado em dois tipos de mensagem: uma transmitida pelo robô para o controlador, outra transmitida pelo controlador para o robô.

Estas mensagens são na sua essência um fluxo de bytes, que têm que ser escritos de um lado e interpretados do outro em concordância. Foram definidos 3 bytes especias para que seja possível sincronizar os pacotes de dados:

* *0x25* - Início de trama: o primeiro byte em qualquer mensagem, sinalizando o início de uma trama. É usado o valor *0x25* (carácter '%' na tabela ASCII)
* *0x03* - Fim de trama: o último byte em qualquer mensagem, sinalizando o final de uma trama. É usado o valor *0x03* (carácter ETX na tabela ASCII)
* *0x5C* - Byte de escape: byte para retirar o significado especial ao seguinte, de forma a que o byte seguinte seja interpretado como dados. É usado o valor *0x5C* (carácter '\' na tabela ASCII)

Assim, qualquer mensagem tem o formato:
| 0x25 | ...(data bytes) | Checksum | 0x03 |

No entanto, qualquer valor do bloco de dados da mensagem pode ser igual a um dos bytes especiais. Nesse caso é necessário fazer o escape desse valor para que seja interpretado como dados. Nesse caso, é necessário adicionar o byte de escape antes do byte de dados. É necessário fazer o excape a qualquer byte de dados que tenha o mesmo valor que um especial, incluindo ao próprio byte de escape.

No cálculo do Checksum *NÃO* se incluem os valores dos bytes de escape.
O checksum é calculado pela soma de todos os bytes úteis a enviar, truncada a 1 byte e transformada em complemento para dois.


A definição base da mensagem do controlador para o robô é a seguinte:
| 0x25 | Lmotor | Rmotor | beaconMotor | Checksum | 0x03 |

Assim, o tamanho padrão desta mensagem é 6 bytes. No pior caso, se todos os bytes de dados tiverem o valor de um byte especial, ficará com 10 bytes.
Os dados:

* Lmotor, Rmotor: valores no intervalo [-100, 100], indicando a percentagem de velocidade a aplicar à roda correspondente. O sinal define o sentido de rotação (para a frente ou para trás).
* beaconMotor: comando para a posição do receptor do farol. O valor está no intervalo [-15, 15], onde -15 é aproximadamente 180º para a esquerda e 15 é aproximadamente 180º para a direita. Este valor terá que sofrer um shift à esquerda de uma posição, para que o bit menos significativo seja usado como flag de controlo:
** 0 significa que não há envio de posição, o receptor fará automaticamente 1 varrimento a cada 4 segundos.
** 1 significa que o robô deverá colocar o receptor no valor que está a ser enviado neste byte.

(exemplo brevemente)
(Exemplos em breve)

A definição base da mensagem do robô para o controlador é a seguinte:
| 0x25 | Lsensor | Csensor | Rsensor | Ground | Beacon | Bat | xOdoHigh | xOdoLow | yOdoHigh | yOdoLow | thetaOdoHigh | thetaOdoLow | Checksum | 0x03 |

O tamanho padrão desta mensagem é 15 bytes. No pior caso, terá 28 bytes.
(Exemplos em breve)